top of page

O que é a fotografia de parto, como ela acontece e qual sua importância?

A fotografia de parto é um modelo de trabalho documental e, assim como a fotografia jornalística, não permite nenhuma forma de interferência nos acontecimentos ou no momento do registro. Ela nos permite reviver com riqueza de detalhes o dia mais importante de uma família, que é a chegada de um filho.


Diferentemente de quase todos os outros tipos de fotografia, a hora do parto não é algo que podemos controlar. Não existe direção, posicionamento, nem pedidos de "olha pra câmera", afinal nosso maior objetivo é passar despercebido e ter a sensibilidade de saber a hora de clicar e a hora de dar espaço para o momento. Profissionais especializados nesse tipo de trabalho, assim como médicos e enfermeiras, estão preparados para lidar com diversas situações dentro do centro cirúrgico e, apesar de não interferirem em nada, saberem se posicionar e saberem a hora de fotografar e de se retirar caso seja necessário. Tudo para não comprometer o trabalho de parto e garantir a segurança da mãe e do bebê acima de tudo.


Por se tratar de um momento tão importante na vida das pessoas, a maioria dos hospitais e obstetras permite a presença de um profissional de fotografia ou filmagem, além da presença do acompanhante da gestante, mas nem sempre foi assim. Há algum tempo, uma gestante tinha que escolher entre ter seu companheiro ao seu lado ou ter seu parto registrado por um profissional, pois apenas uma pessoa poderia estar no centro cirúrgico além da equipe médica. Isso faz sentido porque os fotógrafos não tinham nenhum preparo e nenhum treinamento para saber se portar nesse ambiente, e ter pessoas despreparadas nessa hora pode causar tumulto e problemas desnecessários (já sei de colegas que foram expulsos da maternidade por colocar a câmera sobre os instrumentos cirúrgicos , por exemplo, e ainda se acharam injustiçados). Felizmente, hoje em dia os hospitais oferecem cursos e treinamentos para que os profissionais sejam habilitados e conscientes do que podem ou não fazer no centro cirúrgico, e assim, com muito profissionalismo e bom senso, conquistamos nosso lugar e hoje podemos registrar tudo, inclusive a linda conexão que acontece entre a mamãe e o papai do bebê na hora do nascimento.


Além de ser um profissional qualificado, outro ponto importante na hora de fotografar um parto é ter sensibilidade e paciência, pois cada parto é um parto e eles se gostam de "n" maneiras, desde o tempo do trabalho de parto (que para algumas mães pode levar meia hora, enquanto para outras quase um dia todo) até formas do bebê nascer (mães que parem de cócoras, dentro do chuveiro, na banheira, em cima da maca, naturalmente ou com cesariana). Cada um deles possui sua própria história, seus momentos únicos e especiais, e ter visão dos melhores ângulos, ter empatia e conhecimento são características fáceis para ser um bom profissional dessa área.


Afinal de contas, a fotografia de parto é o registro de um dia extremamente especial. Ela presença o milagre da vida, a chegada de um bebê ao mundo, a primeira troca de olhares, a transformação de uma mulher. Tantos significados em um único momento da vida não devem ser tratados com descaso ou indiferença, mas sim com amor e afeição.


Ao ser escolhido para registrar esse momento, o profissional deve entender todas as implicações que sua presença fará na vida de uma família e nunca tratar esse como mais um trabalho fotográfico. Ser o fotógrafo de um parto é fazer parte da família, do momento mais íntimo dessas pessoas. Conhecer sua história, estar presente de corpo e alma, ter sensibilidade, carinho e amor, é o mínimo que essa profissão nos exige.


Quer saber mais sobre a importância da fotografia de parto? Clique aqui que eu te dou mais 10 motivos para isso.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page